Carregando
  • Pitada da Nutri

    AMAMENTAÇÃO, AMOR QUE CABE NO PEITO!

    imagem retirada da internet

    O “ato de amamentar” envolve além da oferta do leite materno, também inúmeros benefícios para a saúde de bebê a curto e longo prazo, sem contar na vasta troca de experiências sensoriais e afetivas entre a mãe e a criança.

    É importante ressaltar que o aleitamento materno deve ser exclusivo até o 6º mês de vida e complementado com outros alimentos até os 02 anos ou mais pois ele é completo em nutrientes necessários ao desenvolvimento infantil (proteínas, gorduras, água, vitaminas e sais minerais de forma equilibrada de acordo com a demanda da criança).
    Sendo assim, a lista de benefícios da amamentação é bem farta não só para o bebê como para a mãe também. Um aspecto importante é que durante essa fase não se deve fazer “dietas” o necessário é que a mãe tenha uma alimentação rica, equilibrada contemplando todos os grupos de alimentos, visto que são fundamentais para manter a saúde materna, pois a produção de leite materno demanda muita energia. O consumo de água deve estar presente na rotina alimentar. Durante esse período evite o consumo de alimentos ricos em açúcares, gorduras, o segredo é o equilíbrio.

    Os mitos alimentares que envolvem a amamentação são os mais variados, no entanto, o “Leite Fraco” é o que se encontra no topo, embora tenha uma aparência mais aguada, o leite humano nunca é fraco, nem mesmo em casos de desnutrição da mãe.
    Por fim, mas não menos importante, não deve ser consumido bebidas alcóolicas nessa fase. E o cigarro, bom….esse deve continuar apagado.
    O segredo da receita de sucesso para um bom aleitamento é: apoio, disponibilidade, orientação e confiança. É uma fase nova de adaptação tanto da mãe quanto do bebê, por isso o apoio familiar é muito importante nessa hora para que a amamentação seja saudável não só para o bebê mas também para a mãe.

    imagem retirada da internet
    Compartilhar:
  • Você poderá gostar

    No Comments

    Leave a Reply